Filmes · Opiniões

Opinião do filme “Collide: A Alta Velocidade”

Género: Ação, Thriller
Data de estreia: 16/03/2017
Título Original:  Collide (“Collide: A Alta Velocidade” em português)
Realizador: Eran Creevy
Atores: Felicity Jones, Nicholas Hoult, Anthony Hopkins, Ben Kingsley
País: EUA, Alemanha
Ano: 2017
Duração (minutos): 99 m
Pontuação do IMBD: 5,7 /10
A minha pontuação:

3.8-02

sinopse

Depois de um assalto que corre mal, Casey Stein (Nicholas Hoult), um jovem americano a viver na Europa, é obrigado a fugir de um sanguinário gangue, liderado pelo implacável Hagen (Anthony Hopkins). Para complicar, Casey fica na posse de bens valiosos pertencentes a Hagen, que fará tudo para os recuperar. Sem mais opções, Casey recorre à ajuda de Geran (Ben Kingsley), o seu antigo patrão e um traficante de droga, para que este proteja a sua namorada, Juliette (Felicity Jones), antes que Hagen a consiga capturar. Casey acaba assim por se envolver numa louca perseguição pelas autoestradas de Munique para salvar o amor da sua vida, antes que seja tarde demais.

opiniao

Fui ver este filme sem nenhuma expectativa, foi daquelas vezes em que uma pessoa só vai ao cinema porque lhe apeteceu, nada de “Quero ver tanto este filme! Tem o meu ator preferido”.
É um pouco do género de velocidade furiosa (não que chegue a essa qualidade, nem perto, e não que eu tenha visto os 7 ou digamos quase 8 filmes de Velocidade Furiosa, mas acredito que vá ver), envolve muita adrenalina, perseguições em carros (75% do filme é perseguição sempre em carros top de gama e os meus ouvidos já não aguentavam com o chiar dos pneus)  e claro romance, a base de todo o filme.

O que me despertou curiosidade para ver este filme, foi a frase que vinha na capa do filme “O que farias pela pessoa que amas?”. Uma frase bastante filosófica e romântica que me levou a comprar os bilhetes, tanto é que quando me perguntaram que filme fui ver tive de ir consultar o bilhete porque não me lembrava.

Achei a história interessante, mas nada que me captasse muito a atenção, sem ser o barulho dos pneus, aquilo dava mesmo cabo de mim. Gostei mas nada de especial, achei que se concentrou muito na perseguição. S,im o enredo também era intrigante, poderiam era ter explorado melhor o casal, achei a relação deles um pouco forçada, mas pronto, é a minha opinião.

Um filme talvez bom para ser visto em casa, durante uma tarde com amigos, mas não sei se  no meu caso voltaria a ver.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s